sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

"E é verão, eu quero festa e diversão, mas quero estar com você até o amanhecer, sempre com você"

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Querido 2011

Muito obrigada pelas quedas, elas me deram força para levantar e seguir em frente, muito obrigada pelos erros, eles me tornaram sábia para não repeti-los, muito obrigada por ter afastado algumas pessoas da minha vida, elas deram lugar a outras muito melhores, muito obrigada por me manter perto das minhas amizades verdadeiras, elas me dão a certeza que nunca estarei sozinha, muito obrigada pelos momentos que ''tomei na cabeça'', eles me fizeram aprender que nem sempre a vida é fácil, muito obrigada pelas minhas novas amizades, elas me fazem acreditar que ficarão durante muito tempo junto a mim, muito obrigada por todas as vezes que percebi ter feito algum julgamento errado, isso me faz enxergar que todos temos nossos motivos para errar, muito obrigada pelo discernimento adquirido durante esse ano, ele foi capaz de me fazer aceitar os meus defeitos e exaltar as minhas qualidades.

sábado, 17 de dezembro de 2011

"As pessoas sempre vão falar...e quer saber? Eu não tô nem ai"

                                                                     Jump in

sábado, 10 de dezembro de 2011

Imprevisível

Tinha tudo para ser apenas "mais um" e acabou se tornando "o cara", aquele que me diverte, que me entende, que me olha nos olhos, que fala o que pensa, que me elogia, que cuida de mim...
Quanto tempo irá durar, realmente eu não sei, e nem faço questão de saber. Eu estou feliz, estou bem comigo mesma, vou dormir sorrindo e acordo com o mesmo sorriso todos os dias, eu me sinto no céu e, por mais incrível que isso possa parecer, eu não tenho medo de cair.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Sei que não posso mudar as pessoas, mas também sei que posso ser um dos fatores que as tornaram pessoas muito melhores.



segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Transgressão

Posso ver a minha "antiga eu" voltando, aquela que não precisava se entupir de chocolate para poder sorrir, aquela que escutava músicas românticas sem chorar, aquela que dormia a noite inteira sem acordar com pesadelos, aquela que não pensava "poderia ser eu e ele" ao ver um casal apaixonado, aquela que não se dedicava a quem não merecia, aquela que não tinha medo de amar, que não ficava só por ficar...Aquela que dava mais valor as amizades, aquela que sonhava com seu príncipe encantado, que expressava os seus sentimentos sem medo. Antigamente, eu era assim e num futuro bem próximo voltarei a ser a menina doce que eu fui um dia =]

 

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Como tudo desmoronou tão de repente ?

E então foi assim, teu sentimento desapareceu praticamente do nada, sem explicações concretas, erros meus, erros teus, agora nada importa, é o fim e eu sei disso. Me pergunto como pode ter acontecido tão depressa, um sentimento que eu julgava tão puro, simples e sincero, era como se tudo no mundo estivesse no seu devido lugar, você era o príncipe e eu a princesa, sabe... eu nos julgava imbatíveis. E como num passe de mágica vi o meu castelo desmoronar, meu príncipe desaparecer e tudo mudar, hoje você é o príncipe de outra garota sonhadora e a única coisa que continua a mesma é o meu coração, aqui, intacto e ainda batendo por ti.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Demorei, mas aprendi que busca desenfreada por diversão nunca conserta um coração partido.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Com o tempo nós aprendemos que não é tudo questão de tempo e sim, de distância. 

sábado, 15 de outubro de 2011


Sabe quando TUDO o que você almeja no mundo inteiro se resume aos braços de uma ÚNICA pessoa te envolvendo ?

Você volta ?


Queria te ter aqui pertinho, queria poder fazer diferente, fazer melhor. Queria ser a pessoa que você sempre mereceu desde o inicio, queria ser boa para você como você foi bom para mim, queria poder te mostrar a melhor parte dessa garota errada que não valorizou as tuas palavras. Mas ,infelizmente, eu não posso. A vida cobra da gente coisas que nem o coração é capaz de compreender, entretanto se você voltasse, tudo seria ao contrário do que foi, tudo seria perfeito, tudo seria como deve ser. Então... você não volta mais mesmo ?

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

E quantas vezes você jurou para você mesma "é a última vez" e percebeu que estava mentindo para si mesma assim que jurou ?

domingo, 2 de outubro de 2011



A teoria pode ser sensata, mas quero ver o coração aceitá-la assim tão facilmente..

terça-feira, 27 de setembro de 2011






Eu passo o dia inteiro procurando motivos pra te esquecer, mas é só eu fechar meus olhos e imaginar um beijo, um sorriso, uma palavra ou um olhar teu que eles misteriosamente somem...
... 
E só para deixar bem claro, não é questão de desistir é apenas conseguir pensar e colocar na balança, será que vale a pena tanto humilhação ?



Não disseram que seria fácil, mas também ninguém disse que seria impossível.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

noites geladas, lembranças quentes


   E nestas noites geladas procuro o seu olhar na escuridão do meu quarto, procuro provas de que algum dia isso aconteceu, quem me garante que não foi apenas um sonho ? Estaria eu enlouquecendo? Afundada em devaneios provavelmente provocados pela angustia, medo mas principalmente pela saudade,que nesta noite de inverno veio com mais força do que nunca, chegou me lembrando do calor que não era provocado pela temperatura externa mas sim, do meu peito junto ao teu. 
E nestas noites gélidas meu coração anceia mais do que nunca voltar para aquelas tardes quentes, aquecidas pelo compasso dos nossos corações batendo num só ritmo frenético ansiando chegar cada vez mais fundo.

terça-feira, 13 de setembro de 2011





É engraçado chorar no banho, porque nem parece que você está chorando. É engraçado tentar te convencer que te amo, porque parece que você nem está escutando.

domingo, 11 de setembro de 2011





Por que quanto mais tentamos esquecer mais fácil é lembrar de tudo que, para o nosso próprio bem, deveríamos esquecer ?

sábado, 10 de setembro de 2011






Nem tão perto quanto eu gostaria, nem tão longe quanto deveria.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Depois de uma noite em claro..

Nesta noite eu tive sentimentos diferentes, uma saudade diferente... Pensava nas mesmas coisas de todas as noites, mas não chorei, não doeu, não senti a culpa me corroer por dentro como de costume, não foi aquele tipo de nostalgia que me tirava toda energia, fé e motivação, cujo eu já havia me acostumado.
Foi saudade sim, mas foi saudade de algo que nunca existiu e finalmente eu percebi que necessitava passar por isso para aprender que as pessoas não se importam umas com as outras, apenas fingem se importar para depois usar tudo que você disse contra ti mesmo, além de mentir, e muito.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

A vida é engraçada, logo eu que já neguei muitas vezes segunda chance para as pessoas, por não gostar muito disso, hoje imploro por uma segunda chance como eu dia me imploraram.

Era uma vez 4.0


Chega a ser vergonhoso para a menina ver, que depois de tanto tempo, ela ainda está ali chorando as dores de um abandono repentino, na doce ilusão do que tudo um dia voltará ao normal.
Certo dia quando a pequena e frágil menina estava em apenas um de vários momentos de choro, tristeza e arrependimento, sua mãe se aproximou e começou a contar-lhe a história sobre o menino que mais a havia feito chorar na vida. Ao fim da história a menina indagou a sua mãe:
- E qual era o nome desse palhaço ?
Sendo pega a surpresa, a mulher começou a procurar em suas memórias confusas, lembrava-se dos momentos que se viu triste, chorando e se entupindo de chocolate mas realmente não lembrava nem o nome e nem a cara do infeliz.
- Olha minha filha, sinceramente eu não me lembro.
Este episódio encheu a menina de esperança, pois talvez depois de algum tempo ela perceba que ele não é tão importante assim e ,quem sabe, até esquecer o seu nome ela consiga.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

" - Tô com mais raiva de mim do que dele

 - Por quê ?

 - Por ser burra... por acreditar que ele me amava"


 (Pretty Little Liars)

quarta-feira, 31 de agosto de 2011


Ela sabia que tinha errado e sabia exatamente onde. Ele sabia que tinha tido a sua parcela de culpa também, e não tinha duvidas de onde havia sido. Então, por que eles não podem voltar e começar tudo de novo ?!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Lutar pelo o que se quer..


Não é insistência, nem falta de caráter, não é obsessão e muito menos imaturidade. É apenas não querer desistir antes de tentar, é apenas não ser conformista ao extremo de pensar que era pra ser assim e não fazer nada para mudar.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011


A vida é muito curta, tu tens que fazer o que tiver vontade, que se dane o que os outros vão pensar, não importa as dificuldades que tu vai passar, se isso te fizer feliz, vale a pena.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011


O meu maior erro é esperar de ti a mesma atenção que eu recebia dele. Eu realmente preciso entender que toda aquela atenção que ele me dava, toda a preocupação comigo e com meu bem estar, toda aquela vontade de me ver não passava de falsidade. Enquanto, embora pouca, a atenção que recebo de ti parece ser mais pura do que água cristalina.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

e aquele tal do medo...


O mais engraçado é que eu escrevo sobre seguir em frente, curtir a vida, se jogar, escrevo sobre perder o medo de amar, o medo de sofrer, de chorar... mas nem eu mesma consigo acreditar que seja tão fácil assim, são meras palavras, apenas isso. Entretanto, nunca deve-se duvidar do poder das palavras, talvez seja apenas os meus desejos íntimos, ocultados pelo medo.

Tem gente...


Tem gente que não cansa. Leva na cabeça, levanta, tá de pé.
Tem gente que têm coragem, que olha bem nos olhos, que diz tudo o que pensa, tudo o que sente.
Tem gente que sonha, sonha muito e não realiza nada.
Tem gente que se esconde, se esconde da vida, do amor, da dor.
Tem gente que têm medo, medo de perder tanto tempo achando que está cultivando algo que nem foi plantado.
Tem gente que finge que não vê, finge que não sabe, finge que não sente.
Tem gente que ignora, ignora a opinião dos amigos, ignora os fatos, ignora os erros.
Tem gente que não aceita, não aceita a opinião do coração, prefere acreditar sempre no cérebro.
Tem gente que não se importa, não se importa se irá machucar, se arrancará pedaços de corações alheios, só enxerga o seu próprio objetivo.
Tem gente que tenta, tenta ser algo que não é, tenta ser artificial, tenta falar só o que se quer ouvir.
Tem gente que se preocupa com o que irão dizer, e tem gente que vive.



- Então é por isso que vocês não se falam ?

- É.

- Se tornaram inimigos ?

- Não. Muito pior que isso, nos tornamos desconhecidos.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Juntos para sempre


Um ruído forte, constante, mais uma vibração do que um som. Carlinhos abriu os olhos e viu um teto escuro. Baixando o olhar, viu as paredes cinzentas, uma janela pequena dando para outras janelas pequenas. Estava deitado num colchão, em uma típica casinha de conjunto habitacional. A vibração, certamente, vinha de encanamentos velhos ou de algum serviço efetuado lá fora.
Não tinha a menor ideia de como tinha ido parar ali. Lembrava-se apenas de que tinha acabado de jantar com Leonora e tinha sido preso juntamente com ela. Foram levados à presença do tenente Petrônio, que o separou de Leonora. O que aqueles porcos nojentos teriam feito com a pobre menina ?
Aos poucos, foi adquirindo energia o suficiente para levantar-se e reparou que não poderia sair, sem a chave. Começou a gritar, pois não havia outra coisa que poderia fazer para aliviar a angústia que aflorara em seu peito. Onde estaria Leonora ? O que estaria acontecendo com o bem mais precioso de sua vida ? Depois dos gritos histéricos, Carlinhos não pôde controlar as poças de água que já se instalavam em seus olhos azuis.
De uma coisa ele tinha certeza, precisava sair dali, precisava salvar Leonora, mas como ? Enquanto refletia sobre o assunto, ouviu barulho de passos e então deixou o pavor tomar conta de si, mais uma vez.
- Por que você está gritando como uma bichinha sendo estrupada ? - Disse-lhe um cara muito alto e musculoso.
- Eu... ãn... eu preciso encontrar minha namorada.
- Sinto muito bichinha, a essa hora ela já deve estar a dois palmos do chão. - disse ele, taciturno.
No desespero, Carlinhos começa a cavar, com as próprias mãos, além da dor física, ele sentia algo lhe apertando o coração, não conseguiria sobreviver sem ela, preferiria a morte a viver sem a sua pequena joia, sem as brincadeiras, sem seu olhar, sem enxergar seus sorrisos, sem sentir seus beijos... Simplesmente não suportaria.
Por incrível que pareça, Carlos conseguiu sair e então seguiu pelo corredor largo e escuro até chegar em uma sala grande onde entre muitos outros, se encontrava Leonora.
- Meu amor. Tráfico de órgãos. Saia daqui! - disse a menina, entredentes.
- Lhe jurei amor eterno, ficarei até o fim - Carlinhos falou entre uma lágrima e outra.
E com isso, além de outros órgãos, os seus corações foram enviados para o exterior e, talvez por ironia do destino, permaneceram sempre juntos.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

É tão errado,


mas me faz tão bem, é tão incerto mas me enche de esperança. É puro desejo, desejo de te ter, desejo de ser dominada pelo teu calor todos os dias !
No fundo eu sei que vou tomar na cabeça, que uma hora irei cair, pois já estive nas nuvens antes, e a queda foi brusca. Entretanto eu não consigo parar, é mais forte do que eu.

Por mais que eu tente superar, é triste mas preciso admitir que estou com o pé atrás, que desconfio de tudo e de todos, que acho que todos mentem para mim, como um dia ele mentiu.

Fugir da realidade, fugir de mim mesma


Todo dia, quando a noite chega, eu fujo dos meus pensamentos, das minhas lembranças, dos meus planos, dos meus sonhos. Para ser sincera, procuro fugir do meu verdadeiro eu, dessa menina sonhadora e imbecil que, por mais que quebre a cara, não se cansa de tentar. Tento acreditar que estou insensível, que não sinto mais nada, que nunca mais irei me apegar. Nada mais que puras mentiras, por mais que eu esteja me afogando dentro delas, sei que mentir para mim mesma é difícil mas magoa menos do que encarar a dura realidade e ver que o pesadelo recomeça, mais uma vez.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Já que vivo


em um mundo em que a cultura nos mostra que o bonito é namorar somente para trair, enganar e mentir. Que a maioria dos pedidos de namoro ocorrem apenas com o intuito sexual, já que vivo onde as pessoas menosprezam a palavra "amor" e namoram sem gostar de verdade só para não estarem "sozinhas" aos olhos da sociedade, eu ainda prefiro estar solteira.

Creio que a pior coisa que pode acontecer é você se apegar a uma coisa que realmente nunca te pertenceu.

sábado, 30 de julho de 2011

E o prêmio de vilão do ano vai para...


os meus hormônios que continuam manifestando-se por todo o meu corpo, trazendo-me prazer, alegria e saudade só de pensar em um beijo dele.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Coisa de menina


Caneta cor de rosa, caderno de boneca, livros de aventura, filmes de romance, preocupações na cabeça, curativos no coração, chocolates escondidos, lembranças que não fazem bem, tantas histórias para contar, jeitinho de menina com vontade de mostrar ao mundo o seu valor, vivendo a vida tão intensamente, vivendo como sempre quis. Acreditando ,mais uma vez, que tudo dará certo, que um dia terá o seu final feliz e ainda muitas decepções precisarão acontecer para ela se cansar de procurar seu príncipe encantado.

quarta-feira, 27 de julho de 2011


E eu não escondo de ninguém que ainda não te esqueci. Mas confirmo para todos que é só uma questão de tempo, pois agora sei que estou no caminho certo para ir e nunca mais voltar.

É tão difícil admitir para mim mesma, que você está muito melhor sem mim e eu não estou nada melhor sem você.

A tal da esperança


E sabe aquela maldita esperança que me diz que um dia você vai voltar ? Então, ela me ronda constantemente só para me iludir ainda mais, pois sei que não há nem um fundo de verdade no que ela insiste em me dizer.

domingo, 24 de julho de 2011

Sorrir, chorar


Quem sorri demais não é tão feliz quanto parece, quem chora demais também não sofre tanto assim. É apenas exagero, quem muito sorri por dentro pode estar chorando, só não querer demonstrar e quem muito chora não tem vergonha de mostrar seus sentimentos, mas tudo é o fim do mundo. Na minha opinião, não existe pessoa fria, apenas os que escondem o que sentem para não sofrer, mas no fundo sofrem muito mais do que os que extravasam, afinal, chega uma hora que cansa guardar tudo só para si.

Finish Line


Tudo começou dentro de mim e é aqui que tudo irá acabar. Está cada vez mais perto, eu posso sentir, a minha felicidade me espera logo ali e já me cansei de olhar para trás, de obrigar meu cérebro a puxar memórias que ficam cada vez mais longe, cada vez mais embaçadas.

Era uma vez 3.0


E então ela viu que estava na hora de crescer, de superar as decepções e perdas. E pela primeira vez, desde que o havia conhecido, a menina resolve fazer algo sem pensar se o magoaria ou não. Muitas pessoas pensaram que foi vingança, mas para a menina foi apenas questão de ver o melhor para ela. Ela sabe, todos sabem, que ela está em encrenca, porém ela encarará tudo sorrindo, afinal, era exatamente o que ela queria: encurtar o máximo possível o seu sofrimento.

O problema de não ser uma pessoa desconfiada


Todos dizem que quando "a esmola é demais o santo desconfia" e agora, me pergunto porque não desconfiei, realmente era bom demais para ser verdade, pensar que ai dentro havia um pequeno coração e, quem sabe, descongelando.
Hoje vejo que foi mais do que ingenuidade pensar que algum dia eu, apenas mais uma, poderia te fazer feliz, te libertar dessa prisão, liberar teus sentimentos,deixar fluir o que vem de dentro. Acho que nunca fui forte o suficiente e o meu maior erro foi acreditar veemente que eu era.

Um pequeno diálogo...


Cérebro: Eu te disse que ele era destruidor de corações, não é ?

Coração: Sim.

Cérebro: eu te avisei que iria doer, que gostaria de gritar, que ficaria apertadinho num canto, que aconteceria a mesma coisa que aconteceu com o coração delas...

Coração: Avisou.

Cérebro: Então por que você não me ouviu ? evitaria este sofrimento...

Coração: Porque enquanto você falava eu batia tão rápido na esperança de ter encontrado "o cara", na esperança de ter o conquistado, que não escutei mais nada além das minhas batidas frenéticas.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Receita: não se apegue. Resultado: tenha uma vida sem graça.


Sou da teoria de quem sofre intensamente também fica feliz intensamente, aproveita melhor a vida, decepções são inevitáveis e quem tenta fugir acaba fugindo também da felicidade, das gargalhadas, das dancinhas ridículas, das implicâncias entre amigos e muitas outras coisas... No fundo quem foge de decepções foge da vida !
Todos me dizem para não me apegar, não criar expectativas, não sonhar, não chorar, gritar menos, me acalmar, beber menos, beijar menos, dançar menos, ler menos, escrever menos, não opinar em nada, ou seja, querem que eu tenha uma vida sem graça, sem aventura, uma vida sem propósito. Sem sofrimentos ? talvez... mas sem a aquela alegria imensa que só momentos loucos podem me trazer também.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Igual a uma droga


O amor é como uma droga, primeiro te alegra, causa euforia, empolgação e prazer até que passa o efeito... E então você se vê com o coração partido, entretanto sempre buscando por mais, sem medir esforços para consegui-lo.

"Ele já seguiu a vida dele, vou seguir a minha sem ele"

[As melhores coisas do mundo]